Inscrever-se como Ministrante de Mini-Curso

Título: DA(S) VIOLÊNCIA(S) CONTRA A MULHER: (RE)CONHECEMOS?

Descrição: A violência contra o gênero feminino se coloca como pauta, nos dias de hoje, nos mais diversos ambientes das sociedades brasileira e mundial, sendo item de discussão e reflexão. Seja qual for o lugar e as pessoas que a pensam, podemos perceber a amplitude do olhar que se volta para reconhecer que as mulheres, muitas, são marcadas em sua trajetória de vida pela violência específica ao seu gênero. Porém, é só da física que falamos ao abordar o sofrimento que as acomete? A proposta deste minicurso é propiciar um ambiente de interação e discussão sobre as múltiplas violências que afetam a mulher no cotidiano brasileiro, dando enfoque ao reconhecimento de situações que apontem um cenário abusivo no interior das relações de afeto. A ansia é de atrair o público jovem a problematizar situações de vida real, onde ele se reconheça como parte de uma comunidade que não tem só o papel de reproduzir práticas de violência mas sim, e sobretudo, o lugar de rompê-las e modificar a si e ao outro. Para tanto, nossa metodologia teórica está ancorada em uma leitura discursiva do mundo, através dos pressupostos da Análise de Discurso pecheuxtiana, entendendo que o sujeito é sempre-já determinado pelo histórico e pela ideologia, os quais o inserem em formações discursivas e condições de produção que vão produzir sentidos sobre o seu dizer e o seu não dizer. Dessa forma, através de recortes de posts da internet, de áudios, de pequenos textos sorteados, iremos abordar o continuum de violência que vai desde uma forma implícita (como a publicidade, humor, midiatização machistas e diminuição da figura da mulher no contexto social), às formas de caráter explícito nas suas áreas visível e invisível (donde mencionamos a humilhação, a chantagem emocional, a culpabilização, o abuso psicológico, as ameaças verbal e física, o abuso sexual, a agressão física) e que podem chegar ao nível mais extremo, quando uma vítima é morta, tem sua vida findada, através de um cenário que a agride de maneira sexista e patriarcal, o feminicídio. Em formato de uma roda de conversa, o público participante terá voz para construir o saber sobre a violência e questionar o seu lugar no mundo, sendo que é por meio da discussão conjunta que acredita-se ter maior eficácia no aprendizado. Então, além do material que servirá de apoio para a execução do minicurso e das reflexões nele fomentadas, também haverá o espaço para que se construa exemplos hipotéticos ou relatos de situações reais de forma secreta, em uma “caixa-surpresa” que receberá todos os exemplos. Após essa etapa, pequenos grupos serão formados e cada grupo sorteará alguns exemplos da caixa para discussão interna. O objetivo é que pensem sobre as diversas formas de violência e possam reconhecê-las, classificando o material sorteado. Ao fim, os grupos irão divulgar uns entre os outros seus exemplos, bem como as classificações assimiladas para uma reflexão final.

Horário: 11/9 - 14h as 17h

Idade: -

Número Máximo de Participantes: 30

Nível de Ensino:

  • Pós-Graduação
  • Ensino Superior
  • Ensino Médio e Ensino Médio Técnico

Integrantes: