Inscrever-se como Ministrante de Mini-Curso

Título: Como organizar uma Curso Popular Pré-Universitário?

Descrição: Os Cursos Populares Pré-Universitários estão, geralmente, inseridos nas IFES como projetos de extensão voltados principalmente para as comunidades de entorno à Instituição. Os Cursos Populares têm como público alvo jovens oriundos da escola pública, que pertencem às classes populares e desejam ingressar nas IFES. O Curso é de natureza pública, sua formalização ocorre por meio de projeto cadastrado na Instituição. Sumamente importante definir com competência os Educadores que irão integrar a Equipe. São eles responsáveis por administrar, definir o projeto político-pedagógico, estabelecer as práticas pedagógicas, estabelecer os processos de ensino e de aprendizagem, planejar as atividades de formação continuada da Equipe. Metodologia da oficina: a proposta de oficina, guia-se pelo método de Educação Popular. O planejamento dessa atividade é de caráter flexível, isto é, pode ser modificada e/ou adaptada de acordo as necessidades e as demandas do grupo. Tempo de duração é de aproximadamente de 3h. Primeiro momento: é apresentado para os participantes da oficina: a proposta da oficina, a dinâmica de trabalho e a organização do tempo. Para conhecer o interesse e as motivações dos participantes será aplicada a técnica de apresentação, de cada participante falar para o grupo. Cada um deverá se apresentar e relatar algum tipo de experiência que teve com a Educação Popular e/ou com os Cursos Populares. Segundo momento: o tema é o da educação popular e o Curso Popular Pré-Universitário. Para isso, será apresentado brevemente o método de educação popular e sua relação com os Cursos Populares no Brasil. Destaca-se o vínculo histórico que os Cursos têm com os movimentos sociais principalmente no período após aprovação da Constituição de 1988. Logo após a essa apresentação, os estudantes, que atuam como Educadores no Curso Popular Pré-Universitário Saci/FURG, farão um relato de sua experiência, observando os desafios, os limites e as possibilidades de desenvolver um projeto de extensão com foco no Curso Popular. Terceiro momento: a proposta é a de possibilitar espaço de vivência dos participantes no processo de elaboração e implantação coletiva de um Curso Popular. Para isso, o grande grupo é dividido em pequenos grupos de trabalho. No máximo três grupos. Cada grupo receberá um roteiro flexível envolvendo questões geradoras que têm relação com as etapas fundamentais para a elaboração de um projeto de Curso Popular. As questões geradoras, a exemplo das palavras geradoras de Paulo Freire (1980), são questões que mobilizam o grupo porque se relacionam com o desejo de participar de uma experiência educacional alternativa. Ao final, cada grupo apresenta o seu processo de planejamento para o grande grupo. Quarto momento: momento de sistematização e de avaliação da oficina. Dinâmica de Grupo: os grupos, nesta etapa, socializarão entre si sob as perspectivas da educação popular em um curso popular. É nesse momento que os grupos poderão discutir e apresentar suas propostas de curso popular e, sobre quais seguimentos e públicos eles pretendem trabalhar.

Horário: 11/9 - 9h às 12h

Idade: -

Número Máximo de Participantes: 30

Nível de Ensino:

  • Ensino Médio e Ensino Médio Técnico
  • Pós-Graduação
  • Ensino Superior

Integrantes: