Inscrever-se como Ministrante de Mini-Curso

Título: Mulheres unidas, mulheres de luta! Como o movimento de mulheres organizadas pode mudar a sociedade.

Descrição: Historicamente, enquanto grupo social à margem da participação dos processos sociais e políticos na esfera pública, as mulheres vêm buscando ampliar o reconhecimento de seus direitos e reduzir as relações de discriminação nas quais estão inseridas. Grande parte dos seus esforços ocorreu e ainda ocorre através da organização em movimentos sociais, de caráter feminista das mais variadas vertentes teóricas. Podemos definir como movimentos sociais as ações coletivas, constituídas por diferentes atores sociais que, articuladas em torno de uma pauta ou demanda específica, buscam mudanças nas relações sociais, sejam elas demandas por direitos, reconhecimento ou maior participação política, entre outras questões. Segundo pesquisas recentes, o Brasil tem um dos movimentos de mulheres mais estruturados da América Latina, cuja multiplicidade de redes está presente, tanto no campo como na cidade, em níveis municipal, estadual e federal. Através de coletivos autônomos, organizações não governamentais, sindicatos, associações civis ou religiosas, partidos políticos e centro acadêmicos ou grêmios estudantis, as mulheres constituem núcleos de debate, articulação e luta por reconhecimento, acesso à participação social ou a direitos em suas comunidades, o que acaba por impactar e transformar a sociedade como um todo, ao modificar não apenas a realidade concreta, mas contribuir para uma mudança de atitudes, de cultura e de pensamentos sobre o seu lugar e papel no mundo. O minicurso tem por objetivo de refletir sobre o papel social das mulheres para a construção da sociedade mais inclusiva e igualitária. De forma específica, busca debater as questões ligadas aos movimentos sociais, em especial o movimento organizado das mulheres e o papel destes movimentos para o fortalecimento da cidadania feminina e da emancipação das mulheres frente à sociedade em que vivem. Com isso, espera-se provocar a sensibilização das pessoas participantes para a importância da participação das mulheres em espaços decisórios, nas mais diversas instâncias da vida social. Assim como pretende-se estimular às pessoas participantes, especialmente às mulheres, para a participação e engajamento, de maneiras variadas e em diferentes esferas de ação social, em debates e grupos cujas questões fortaleçam o exercício da sua cidadania. Partindo de técnicas interativas e com colaboração das pessoas participantes, a proposta se constrói, a partir de debates atuais e casos concretos nos quais as mulheres estão articuladas no debate público e sobre pautas que lhes interessem diretamente. A estrutura da atividade está organizada como uma roda de conversa, horizontal e aberta, na qual questões serão propostas pela ministrante do curso, mas com espaço para que o grupo possa participar e contribuir nos diálogos. Entre o público-alvo, o minicurso é dirigida à comunidade em geral, pessoas jovens e adultas, estabelecido o limite máximo de 25 vagas para uma melhor condução das atividades. Para o desenvolvimento da atividade se fará necessário o uso de recursos multimídia (tela com projetor de imagens, som e caixas acústicas), quadro branco, papel e canetas. A atividade tem duração estimada de 4h/aula, dividida em dois tempos e será realizada, preferencialmente, no turno da tarde.

Horário: 26/9 - 14h as 17h

Idade: Sem Restrição

Número Máximo de Participantes: 15

Nível de Ensino:

  • Ensino Médio e Ensino Médio Técnico
  • Ensino Superior
  • Pós-Graduação

Integrantes: